[Missão Rank D - Quero Doces !] - Kisuke Washi

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Missão Rank D - Quero Doces !] - Kisuke Washi

Mensagem por Kisuke em Dom Set 25, 2016 5:32 pm

Cuidar de uma criança, esta era a nova missão de Kisuke, cujo sentia-se no minimo, surpreso. Afinal, o garoto não sabia exatamente como lidar com crianças, o que provavelmente dificultaria um pouco a vida de Kisuke. Mesmo tendo convivido com sua irmã mais nova, ela era apenas dois anos mais nova que ele, então eles faziam sempre coisas iguais, sem diferenças dentre a maturidade de ambos, se bem que ela era até mais madura que Kisuke. De toda a forma, com as mãos em seus bolsos, Kisuke seguia até o lugar indicado pelo cartaz da missão, e ao chegar lá era recebido pelas damas de companhia, Kisuke olhava seus arredores, porém não conseguia enxergar o garoto em local nenhum, o que lhe preocupava um pouco. Apenas notava o ser minúsculo a sua frente, segurando uma quantidade imensa de doces em cada mão, quando recebia um chute na canela que lhe fazia se abaixar, é, ele havia encontrado o garoto, ou melhor dizendo, ele havia literalmente "sentido" a presença do garoto. Assim como em seu trabalho anterior, Kisuke via que o garoto possuía no minimo uma personalidade mimada e arrogante, e que as damas já lhe olhavam com olhares estranhos, elas pareciam sentir a vontade do garoto de lançar cantadas nas mesmas. Por conta disto, Kisuke simplesmente suspirava, e logo decidia seguir seu trabalho sem muitas complicações, lidar com duas pessoas de classe alta, uma missão atrás da outra, provavelmente seria algo bem cansativo.

E de fato a previsão de Kisuke estava certa, sua missão era proteger o garoto, porém Kisuke é quem estava precisando de proteção. Curioso, arrogante e com uma fome insaciável por doces, o garoto ia de canto a canto na cidade de Hargeon, sem pensar nas consequências, embravecendo animais, pessoas de má índole ou simplesmente quase quebrando coisas sem perceber. Kisuke já estava com algumas marcas de mordidas e arranhões de animais, um ouvido doendo depois de tantos gritos de reclamações e sujeira em suas roupas por ter de se atirar no caminho de objetos que estavam prestes a cair no chão e quebrar. E enquanto isto, as damas e o garoto simplesmente continuavam seguindo como se nada estivesse acontecendo, o lado bom, é que pelo menos algumas das damas eram um colírio para os olhos de Kisuke, que motivava-se com base na aparência das mesmas.  O lado bom era que Kisuke havia conhecido algumas lojas de doce relativamente boas, afinal, ele mesmo gostava bastante de comer alguns. O que lhe ajudava a guiar a criança para locais mais seguros da cidade, mas mesmo sem gastar nada, já que a criança tinha seu próprio dinheiro, a carteira de Kisuke parecia "doer" ao ver a quantidade de dinheiro que a criança gastava simplesmente em doces. Principalmente por ela agir, como se isto fosse algo completamente normal e simples de se fazer.

As coisas estavam indo bem, já que Kisuke havia descoberto uma maneira de interessar a criança a ir nos locais mais seguros. Porém, em um momento de descuido, Kisuke perdia a criança de vista, por estar tentando finalmente dar uma cantada em uma das damas. Ele acabava por levar um tapa na cara, tropeçava e caia no chão. Mas ao cair de chão com sua face virada para um lado, Kisuke avistava algo a distância, a criança estava indo em direção a uma loja de doces, porém nem sequer olhava para os lados enquanto andava e vindo em direção a ela estava uma carruagem a uma velocidade no minimo, perigosa. Kisuke levantou-se em questão de segundos e correu, mesmo não gostando tanto assim da criança, ele não era o tipo de pessoa que deixaria alguém morrer diante de si sem fazer nada. O movimento era praticamente instintivo, Kisuke nem sequer tinha tempo para pensar, seu corpo parecia mover-se sozinho e sua mente parecia se desligar. Antes mesmo que percebe-se, Kisuke estava a cerca de 10 centímetros de se chocar com a carruagem, com o garoto em sendo segurado em seus braços, Kisuke então criava uma parede de madeira utilizando de sua magia a frente da carruagem, e logo os cavalos e o motorista chocavam-se contra a mesma, causando um certo estrago, mas acabando sem casualidade. Após tal evento que causou uma certa comoção na área, Kisuke pensava que o garoto certamente iria falar para seu pai sobre o ocorrido, e sobre como o mesmo foi irresponsável em perder o garoto de vista, porém estranhamente os olhos do garoto pareciam brilhar, o que dava a Kisuke um mau pressentimento.

Aparentemente, a magia de Kisuke havia despertado um novo interesse no garoto, que fazia com que Kisuke o levasse até um parque e demonstrasse sua magia inúmeras vezes sem parar. Por sorte, graças a seu conhecimento sobre o manuseio de madeira, Kisuke passava o resto da tarde entretendo o garoto de uma maneira na qual Kisuke estava acostumado a fazer, moldando diversos objetos feitos puramente de madeira, desde utensílios, esculturas em miniatura e qualquer outra coisa que o garoto pedisse. De inicio Kisuke pensava que o garoto estava sendo um pouco irritante, porém após ver que ele realmente se divertia em ver o que Kisuke fazia, Kisuke passou a sorrir também enquanto demonstrava para o garoto as diversas utilidades de sua magia, as damas por sua vez, iam até um local próximo e ficavam a tomar chá e conversar. As magias de Kisuke logo atraíam um público de crianças, que cercavam o mesmo, estranhamente, aquilo parecia relaxante para Kisuke que não se importando muito com quanto de sua energia gastava, continuava a fazer mais e mais coisas com sua magia. Após isto, Kisuke percebendo que estava quase sem energias, incentivava o garoto a interagir com outras crianças, o grupo de crianças então passava o resto da tarde brincando com o garoto, satisfazendo tanto as damas quanto o garoto. Kisuke então os acompanhava até o local aonde se hospedariam, porém na hora de sair, o garoto pedia para que Kisuke fizesse mais uma escultura. Vendo que ainda tinha um tempo livre, Kisuke fazia uma pequena escultura de madeira do próprio garoto e dava para o mesmo de presente, logo se despedindo do garoto que gritava que queria tornar-se um mago quando cresce-se. Feliz pelo que ouvia, Kisuke voltava para sua guilda com as mãos no bolso e um sorriso de canto a canto em sua face, porém voltava correndo para o local para pegar sua recompensa que havia esquecido de receber. E assim, terminava mais uma das aventuras de Kisuke Washi, em sua estrada para tornar-se um grande mago.


Missão:
Nome: Quero Doces!
Descrição: O herdeiro de 6 anos de uma grande família veio fazer uma pequena visita a Hargeon com as suas Damas de companhia, o seu trabalho é garantir que nada de mal acontece com o garoto e... que ele tem todos os doces que pedir.
Recompensa: 2.000 Jewels
Cliente: Sr. Martinez
avatar
Kisuke
Rank C
Rank C

_-*/|Barra de Comportamento*-_ 100%

wood make
Nivel Nivel : 3

Ficha do personagem
HP:
525/525  (525/525)
MP:
425/425  (425/425)
Pontos de Exp:
100/200  (100/200)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão Rank D - Quero Doces !] - Kisuke Washi

Mensagem por ADM Mess em Dom Set 25, 2016 7:00 pm

Missão Concluída!


Ranqueamento da missão: D
Recompensa da missão [XP]: 50exp
Recompensa da missão [Jewels]: 2.000J
Qualidade da postagem: Excelente
~favor pedir atualização na ficha


avatar
ADM Mess
Admin
Admin

_-*/|Barra de Comportamento*-_ 100%


Ficha do personagem
HP:
5000/5000  (5000/5000)
MP:
1000/1000  (1000/1000)
Pontos de Exp:
0/1500  (0/1500)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum