[Missão Rank D] - Cleitin -A volta dos que não foram

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Missão Rank D] - Cleitin -A volta dos que não foram

Mensagem por Cleitin em Qui Set 15, 2016 4:03 pm

Nome: A volta dos que não foram
Descrição: Em um vilarejo próximo de Magnólia a relatos de pessoas, que aparecem do nada lá, voltando de algum lugar estranho, o mais estranho é que eles não se lembravam de ter ido para lá, ou como foram parar lá.
Recompensa: 2.000 Jewel
Cliente: Guild Master

Eu estava treinando um pouco, dava socos em um saco de pancadas quando a guild máster da Fairy Tail, aparecia, eu ficava em silencio, não era um membro muito antigo por isso sempre procurava evitar ela, apesar da mesma ser bem legal comigo, ela se dirigiu diretamente para mim e falou com uma voz um tanto tensa, seu rosto mostrava que ela não estava com um humor muito bom, alguma coisa havia acontecido.

- Ei Cleitin, você esta livre? Preciso que faça uma missão para mim, alguma coisa esta muito errada esta acontecendo uma vila próxima a essa cidade, alguma coisa muito errada, sinceramente talvez você tenha problemas com essa missão, eu mesma não sei como isso foi acontecer de alguma forma pessoas estão aparecendo do nada, não se lembram de onde estavam como foram para lá e nem mesmo como chegaram ao vilarejo. Poderia ir lá para mim? Ver o que esta acontecendo, se possível resolva isso por mim, tenho parentes que moram lá.

Eu escutava a historia que ela contava de forma atenta, enquanto cruzava os meus braços, podia ver no rosto dela que estava aflita e preocupada, mas não poderia sair da Fairy Tail, a guild precisava dela, muitos dos membros estavam fora pelo que eu sabia, eu então esboçava um dos meus melhores sorriso, o que era idiotice afinal ela não poderia ver abaixo do pano que eu usava cobrindo a boca, então eu falava:

- Não se preocupe chefe, eu vou ir lá salvar esse povo.

Minha voz saia forte e firme, eu demonstrava que desejava ajudar ela da forma que precisasse, ela apenas concordava enquanto começava a chorar e me entregava um papel, eu então sorrido ia para fora da guild fazendo o sinal da Fairy Tail com mão, andava pelas ruas, feliz correndo uma vez ou outra, até que eu encontrava com um senhor tendo problemas com sua carroça que havia ficado presa em um buraco, eu resolvia o ajudar, afinal um favor a mais ou a menos não iria me matar, após salva-lo ele virou para mim e falou:

- Olá meu jovem, obrigado pela ajuda, para onde vai com tanta pressa? Talvez eu possa lhe dar uma carona para pagar pela ajuda. – Eu explicava para ele qual era a ilha que eu tinha que ir e o trabalho que tinha que fazer, ele dava um sorriso e então falava:

- Não diga mais nada, suba a bordo que levarei você.

Eu subia ao lado dele, o senhor era legal e conversava comigo contando velhas historias de sua juventude, falando que era um antigo soldado que já havia participado de inúmeras batalhas, eu apenas ria e conversava com ele concordando com tudo o que ele falava, não acreditava muito no final das contas, mas isso não era importante, mas o bom era que eu chegara à cidade de uma forma rápida e tranquila, além de descansado e preparado para quebrar á cara de uns oponentes. Ao entrar na cidade eu ia em direção à prefeitura, procurando por mais pistas, depois de conversar com o prefeito da pequena vila ele me informava que as pessoas apareciam vindo da praia e que ninguém tinha coragem de ir lá com medo de desaparecer, sem perder tempo ia até a praia.

A praia não tinha nada de fora do comum, era areia branca cheia de conchas e corais, o mar estava calmo e com poucas ondas, eu ia até o que parecia ser um antigo quiosque abandonado, ele seria ótimo para eu usar como base para minhas investigações, após meia hora do mais puro tédio, quando nem um cachorro passava por ali, mas depois de um tempo eu conseguia ouvir uma voz esganiçada gritando:

- Vão meus escravos, dominem esse vilarejo por mim, em breve trarei mais reforços.

Uma luz forte aparecia clareando até mesmo dentro do meu quiosque, e então um portal aparecia, ele tinha na base de três metros de altura e uns dois metros de largura, e de dentro dele pessoas iam se arrastando como se fossem zumbis, eu tinha pessoas de todos os tipos e apareciam até mesmo crianças, eu não conseguia ver o local atrás do portal, pois o mesmo brilhava demais. Sem pensar duas vezes eu corria em direção ao portal porem ele já via sido fechado, as pessoas andavam como zumbis por mais ou menos dois metros quando paravam e olhavam aturdidas umas paras outras sem saber onde estavam ou que faziam lá. Nervoso voltava para o meu quiosque, tive que esperar mais ou menos três horas, quando outro portal se abria, e novamente a voz esganiçada falava, eu então corria empurrando as pessoas para os lados, eles nem reagiam a minha presença, então eu atravessava o portal de olhos fechados, sem saber o que eu iria encontrar.

Ao entrar naquele local esperava muitas coisas, talvez um mago poderoso ou um exército, mas tudo o que podia ver era algumas pessoas presas em gaiolas como as de um zoológico, as pessoas estavam desacordadas, próximo a elas um garoto magrelo cheio de espinhas, seu cabelo ruivo estava espetado de uma forma estranha, ele usava óculos um tanto grandes o que o deixava com olhos esbugalhados de inseto. A me ver ele abriu a boca assustado e começou a suar, então segurou seu pulso direito e apontou sua mão para frente:

- Não se aproxime garoto ou irei matar você com minha magia, eu sou o poderoso Salabark, estes que você vê ao meu redor são do meu exercito de zumbis, então fique longe garoto e aceite ser hipnotizado e controlado por mim assim como eles, mas me fale como andam as cidades do outro lado do portal que eu crio, os meus zumbis já dominaram tudo por lá?

Demorei um tempo para perceber que ele falava sobre as pessoas que estavam aparecendo do outro lado na praia, eu então dava risada e falava:

- Elas só estão aparecendo perdidas, sem saber onde estão ou quem são, ninguém esta atacando nada garoto.

A boca do mago caia, assim como suas mãos, ele ficava de joelhos e então colocava as mãos na cabeça e começava a resmungar coisas como “eu não acredito, tudo o que eu fiz, a vila que eu dominei, no final estava apenas transportando as pessoas, não pode ser verdade”, logo seus olhos de tristeza se enchiam de fúria e ele se virava para mim, antes de deixá-lo reagir, eu chutava sua boca o jogando para trás, percebia que ele tentava usar anéis que estavam em seus dedos, por isso pisava em seu braço impedindo ele de se mover, e o obrigava a me contar tudo sobre os poderes dele e o que havia acontecido, ele explicava que usava magia dos anéis para manipular as pessoas, as deixando como zumbis e também usava uma para criar portais de luz, após o amarrar soltava as pessoas de suas gaiolas, obrigava o meu oponente a abrir um portal e o levava para o vilarejo que me contratou e voltava para Fairy Tail com mais uma missão concluída.
avatar
Cleitin
Rank D
Rank D

_-*/|Barra de Comportamento*-_ 100%

earth
Nivel Nivel : 3

Ficha do personagem
HP:
250/250  (250/250)
MP:
300/300  (300/300)
Pontos de Exp:
0/200  (0/200)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão Rank D] - Cleitin -A volta dos que não foram

Mensagem por ADM Mess em Sex Set 16, 2016 10:25 pm

Missão Concluída!


Ranqueamento da missão: D
Recompensa da missão [XP]: 50exp
Recompensa da missão [Jewels]: 2.000J
Qualidade da postagem: Boa
~favor pedir atualização na ficha


avatar
ADM Mess
Admin
Admin

_-*/|Barra de Comportamento*-_ 100%


Ficha do personagem
HP:
5000/5000  (5000/5000)
MP:
1000/1000  (1000/1000)
Pontos de Exp:
0/1500  (0/1500)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum