[C-VII] O gato comeu sua língua?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[C-VII] O gato comeu sua língua?

Mensagem por Arc em Dom Set 11, 2016 9:30 pm

☾ Soren ☽

If you want to go ahead with glory, be aware that it is sometimes necessary to change the game strategy radically. You may lose many parts and many battles along the way. And no matter how much you suffer, how much you take. You need to gather your strength and move on!




Foi a primeira vez que me sentia desse jeito. Era uma sensação desconfortável, afinal, não tinha controle do que poderia vir a acontecer se as pessoas soubessem a localização da Guilda. Provavelmente o conselho iria diretamente aquele lugar e acabar de vez com toda aquela estrutura. Carregava comigo uma foto daquele responsável pela expedição, pois cartazes de agrupamento estavam em cada poste de luz da cidade inteira. Sua aparência era um pouco diferente daqueles que habitavam a cidade, talvez ele fosse alguém que tenha chegado recentemente, ou então, fosse alguém com outra cidade natal. Me passei por uma pessoa interessada no conteúdo do cartaz e perguntei a cada pessoa e bar onde poderia achar aquele indivíduo. Um senhora com aproximadamente seus cinquenta e três anos me indicou aonde eu poderia encontra-lo, parecia ser o tipo de pessoa que viveu por toda sua vida naquela cidade e conhecia pessoa por pessoa; agradeci-a e parti.


Já diante daquela casa singela, a porta era feita de uma madeira fraca, com cuidado, bati três vezes aguardando alguém atender — Oh, olá! O senhor é o dono da expedição para o deserto, certo? — Sorri pra ele, querendo amenizar a situação estranha de visita-lo em sua própria casa, entretanto, ele não mostrava estar descontente com a situação e me convidou para entrar. Guntter estava na meia idade, um ponto onde suas expedições já teriam se tornado o maior atrativo de sua vida. Diferente do que esperava, suas manias e feições mostravam ser um homem inteiramente inocente de suas ações — Agradeço a hospitalidade, senhor Guntter, mas tenho que ser sincero com o senhor em uma coisa — Puxei a gola da camisa até que a marca da Grimore Heart aparecesse. Foi naquele momento que Guntter esbugalhou os olhos e começou a suar frio — Não tema, não vim aqui com intuito de machuca-lo. Quero apenas negociar algo — Soltei a gola. Agora com as mãos juntas e pousadas sobre aquela mesa, olhei fixamente para o senhor que estava em minha frente — Sua expedição coloca em risco a localidade da nossa Guilda. Escondendo ou revelando isso é indiferente, afinal, você iria descobrir de qualquer forma mesmo na inocência. Porém, sua expedição por gerar um número massivo de mortes, pois os membros da minha Guilda não são piedosos como estou sendo — Cabisbaixo, Guntter não sabia como reagir naquele momento, pois era algo de se concordar que um membro de um Dark Guilda estar sendo bondoso, era inteiramente estranho. Ele balançava sua cabeça, bebia um pouco de chá e fechava os olhos, mas não sabia o que fazer para apartar aquela situação complicada — Que tal jogarmos um jogo? — No mesmo instante, a reação daquele senhor foi levantar sua cabeça assustado e sem saber o que fazer — Ouvi boatos de que o senhor era um exímio jogador antes de dedicar sua vida à suas expedições, estou correto? — Após minhas palavras, aquele senhor ria por ter lembrado de seu passado. Sua nostalgia estava aguçada demais para negar o desafio — O jogo será ... par ou ímpar — O silêncio tomou o ambiente diante da determinação dos jogadores.


Algum tempo depois, Guntter se encontrava de boca entreaberta e sem saber o que fazer. Seus olhos mostravam uma forma surpresa de visar a situação, onde havia jogado um três e ele havia jogado um dois — Como conseguiu me vencer cinco vezes? — Ainda sem compreender, Guntter não fazia ideia do que se tratava a minha pessoa. Foi então que me levantei da mesa e apontei para um quadro, as xícaras de chá e o tapete no chão da sala — Você tem TOC por simetria, senhor Guntter — Meu sorriso sádico surgiu mesmo sem minha total intensão — Já sabia desde o princípio que escolheria par, afinal, ímpar aguçaria ainda mais seu TOC e o faria sentir-se 'incompleto' — Caminhei até a janela e observei as ruas da cidade que conseguia ver — Além do mais, você colocou cartazes na cidade de forma simétrica também, sendo um no lado oposto ao outro como em um ligamento — Guntter notava a imensa inteligencia e capacidade de observação que tinha, mas ainda não compreendia como havia perdido três vezes seguidas, coisa que ninguém havia se quer ganhado uma vez — Chamei para jogar par ou ímpar por ser um jogo que você não estaria acostumado, então seu cérebro o lançaria para um senso comum como de todo amador fora de sua zona de conforto. Graças ao seu TOC, suas jogadas eram limitas à cinco combinações. Primeiro você jogou um dez, então só tive o esforço de jogar o complemento; depois jogou um seis, fiz mesma coisa; por fim, jogou um dois. Sua cabeça estava apenas regredindo sua capacidade de raciocínio em um jogo que nunca quis aprender a jogar, então, apenas acompanhei o senso comum — Impressionado, Guntter sorriu e aceitou sua derrota, afinal, não haviam trapaças ali, apenas uma inteligencia surreal superando a de outra. Como um bom jogador, Guntter achou digno em ter perdido pra mim, e eu, fiquei feliz em saber que existem bons jogadores como ele. Demorou pouco até que nos despedimos — Se cuide, Soren! Você é realmente parecido com seu pai! — Disse o homem ao fechar as portas. Meu coração palpitava de uma forma nunca feita antes, foi por isso que corri até a porta e comecei a bater nela e clamar por atenção. O que ele saberia do meu pai? Foi tanta força usada naquela fraca porta que a mesma caiu, porém, Guntter não estava mais lá. Onde ele teria ido?

Chateado e com milhares de perguntas rondando em minha mente, deveria voltar para a guilda.



Generally, in a story where someone is trapped in another world, does all it can to find the way home, right? why go back to a world like that?


Status; Full
Missão; Here






“- “My throat hurts and I am unable to breathe. I hear someone’s cries in the distance. Because my throat hurts so much, I then realise the person screaming is me.”” – Sakunosuke Oda
avatar
Arc
Rank C
Rank C

_-*/|Barra de Comportamento*-_ 100%

card
Nivel Nivel : 3

Ficha do personagem
HP:
375/275  (375/275)
MP:
375/275  (375/275)
Pontos de Exp:
200/250  (200/250)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum